Buscar

Tecnologia que tornam as CASAS INTELIGENTES



Saber como fazer a automação residencial é uma das maiores preocupações quando pensamos em obter mais conforto, economia e segurança em nossa casa. No entanto, é necessário observar que esse processo precisa ser realizado por técnicos qualificados. Nesse sentido, saber escolher os profissionais certos para cada parte da automação residencial é fundamental para que a obra seja bem-sucedida.


Além da escolha do profissional especializado, é preciso pesquisar o sistema que melhor atenda às necessidades individuais do proprietário, já que as novas tecnologias permitem conectar diversos equipamentos em uma central de controle.


A automação residencial

Transformar uma casa comum em um ambiente automatizado significa poder usufruir do que há de mais moderno para obter comodidade e segurança, já que os sistemas de automação residencial permitem o acionamento de cortinas, aparelhos domésticos, iluminação, controle da segurança, entre outros. Uma automação residencial inteligente permite gerenciar, programar e monitorar vários eventos de maneira remota. Para tanto, é preciso que todos os aparelhos estejam conectados em um central de controle (central hub), ligada à rede de internet da residência.


O controle dessa central pode ser realizado por meio de diversas interfaces, como smartphone, web e display touch screen. As funcionalidades são programadas de maneira personalizada para atendimento às necessidades de cada usuário, como sustentabilidade, segurança e conforto.


Como fazer a automação residencial

Antes de iniciar a automação residencial, é importante considerar que cada ambiente tem uma particularidade, já que muitas residências ainda se encontram em fase de projeção, outras em construção ou reforma, além das que já estão prontas. Nesse sentido, dependendo da fase em que a casa se encontra, as possibilidades de automação podem aumentar ou diminuir, por exemplo em relação à utilização de cabos ou sistema sem fio (Wi-Fi / Z-Wave / ZigBee). Em geral, o passo a passo para desenvolver um projeto personalizado precisa considerar os seguintes aspectos:


  • Definição dos sistemas a serem integrados, como iluminação, segurança, vídeo, áudio, persianas, controle de temperatura, entre outros;

  • Determinação dos ambientes que devem ser automatizados;

  • Visita a um show room para conhecer e avaliar as soluções mais modernas;

  • Levantamento dos custos, com base em orçamento de acordo a disponibilidade financeira e as necessidades estabelecidas;

  • Solicitação de um projeto com toda a infraestrutura que necessita para a instalação do sistema de automação;

  • Verificação da obra para saber se a empresa responsável está acompanhando de perto cada etapa da instalação;


Por onde começar

O ideal é iniciar a automação pelos controles mais simples e fáceis de serem instalados e configurados, como é o caso da iluminação. No entanto, as automações podem seguir outro critério de prioridade, como segurança, entretenimento, comodidade e praticidade. Veja, a seguir, algumas sugestões que consideram desde instalações mais simples até as mais sofisticadas.


Iluminação

Vários tipos de sistemas que fazem esse controle podem funcionar por meio de um temporizador, permitindo que sejam ligados e desligados em diversos horários do dia, economizando e garantindo a segurança de uma casa iluminada, mesmo quando ninguém estiver nela.


Outra opção de automação de iluminação fácil de fazer é a que utiliza lâmpadas controladas por aplicativos. Esse sistema permite o controle da intensidade de luz e cores, sendo necessário apenas conectá-las à rede sem fio da casa.


Entretenimento

Os sistemas de entretenimento, como televisores, home theater e caixas de som, podem se conectar à rede da casa, com controle remoto. Para tanto, basta ter uma conexão de internet sem fio, bem como a sincronização dos dispositivos.


Segurança

A instalação de câmeras, alarmes e sensores de segurança é uma automação cada vez mais necessária. As câmeras podem ser conectadas à rede para permitir a visualização das imagens a partir de um servidor na internet ou aplicativo. Também podem ser incluídos sensores de fumaça, sprinklers, alarmes de incêndio, entre outros dispositivos que auxiliam na segurança da residência.


Limpeza

Após a automação da iluminação e som da casa, a próxima etapa pode envolver a limpeza da casa. Há vários tipos de robôs, bastando selecionar o que melhor atende às necessidades.


A contratação dos profissionais qualificados

Para valorizar o investimento em automação residencial, é fundamental contratar profissionais idôneos, especializados e experientes na área de integração. Esse é um cuidado essencial que pode evitar muitas preocupações e até prejuízos. Os profissionais precisam ser capazes de oferecer desde um projeto básico de infraestrutura até a especificação de equipamentos, instalação e programação final, já que essas são etapas que exigem um conhecimento técnico apurado.


Conforme vimos, saber como fazer automação residencial é importante para garantir instalações adequadas e eficientes, evitando preocupações e prejuízos. Para tanto, é preciso fazer um planejamento dos ambientes que se deseja automatizar, incluindo equipamentos e aplicativos necessários, bem como a contratação de profissionais qualificados.


Fonte: quero automação





16 visualizações

Siga-nos no Instagram:

Nas mídias
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
@revistaamais

©2020 desenvolvido

por @ra_midia

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon